SIMPLES COMO O TEMPO
Letras que se espalham com os ventos por todos os cantos do mundo
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos



 
Esculpi o poema.
Esculpi-o
feito madeira,
de ponta em ponta.
Esculpi a vida
esculpi o mundo
fui estilhaçando lascas,
ferpas
e letrinhas minúsculas.
Esculpi-o em versos
sem rimas
ou patifarias.
 
Esculpi o poema,
esculpi a mim mesmo.
Tirei de mim
lascas
como se afinasse um tronco
como se aperfeiçoasse o ego
brilhando espasmos,
ilusão dos cegos,
esculpindo-o até a perfeição.
 
Esculpi as palavras
 extraídas da mais nobre das árvores,
 construí meu próprio violão.
 
Cantei uma só canção
muita emoção e muito detalhe
em busca "del gran finale".
 
Poesia!!!
__manchas de sangue no chão.
 
WILDON
17/03/2004
WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 21/11/2009
Alterado em 22/11/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários