SIMPLES COMO O TEMPO
Letras que se espalham com os ventos por todos os cantos do mundo
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros ŕ VendaLivros ŕ Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Perfil
Sou apenas mais um cidadão do mundo. Nasci em Guará, interior de São Paulo, filho de Chico Barbeiro e de Dona Antonieta. Junto meus poemas e cantos pelos cantos do mundo e escrevo pensamentos que exalam poesia em algum coração passageiro eclético e sereno.
Não harmonizo-me com o universo, ainda... mas tento em compasso harmônico com os planetas dançar a dança das retretas e sintonizar o princípio: o "big-bang".
Sou engenheiro químico, arrebatador de sonhos impossíveis, questionador por essência humana e simples, como o vôo de uma abelha rainha na profundidade de seus mistérios e ousadias.
Sou feliz por fazer parte destes raros momentos poéticos que a vida nos reserva e por viver dividindo minhas sutilezas reinventadas com minha linda família:
Neiva (esposa), Samar (filha) e Sthefan (filho).
Vou seguindo lapidando o que restou da pedra bruta e aprimorando o meu indecifrável e íntimo caminho.
Quero ir a lugares que nunca fui outrora,
quero seguir o sublime rumo de um rio,
quero alcançar a mais justa e perfeita alma,
quero reinventar o louco escrito belo ou torto,
decifrar o vôo da águia
descrever a queda da estrela cadente
e sentir o infinito estranho momento da morte...
__ e deixar saudades!

Wildon Lopes
20/05/2006