SIMPLES COMO O TEMPO
Letras que se espalham com os ventos por todos os cantos do mundo
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos


REFLEXÃO SILENCIOSA 
 
Se a luz é dada
a um homem somente
 
 
mesmo quando todos pedem
 
 
mesmo se a morte é eminente
mesmo quando a pedra se pule
ou a vida é ganha em uma caixa de presente.

 
precisaria do mestre dos mestres
pra me levar não sei aonde...
 
ou pra contemplar a verdade e renascer simplesmente!
 
Tivesse eu nascido mestre
talvez fosse mais gigante
se me fizessem pequenino, venerável,
intacto à soberba dos semelhantes
e se eu morresse aprendiz
com certeza seria mais tolerante...
 
A humildade é virtude rara
mesmo se o tempo não para
ou se a evolução me ensina a sonhar.
 
Prefiro ter nascido pedra
e decidir quando me desbastar
prefiro que as aguas me lavem
purifiquem minha velhice.
Prefiro os segredos que caem dos universos
e o conhecimento que  me acalma.
 
Assim é que eu desbasto meu cio
decifro o rastro da hipotenusa da curva do rio
e curo o vício da minha alma.
 
 
 
 I.`. Wildon Lopes
02/10/2012
 
WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 22/10/2012

Música: Bachianas 5 - Villa Lobos

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários