SIMPLES COMO O TEMPO
Letras que se espalham com os ventos por todos os cantos do mundo
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos



 MAÇONARIA: "EVOLUÇÃO DA PEDRA AO ESPAÇO"
 
Nasci pedra bruta, rústica e menino
Primitivo, incógnito convidado em festa
Cresci, aprendi a desbastar cada aresta
Do barro ao granito, lapidei meu destino.
 
Viajei pelas formas do universo, pequenino
Fui crescendo, tronco e força, meio floresta
Desejei, aspirei, gritei e ungi a testa
Abracei meu vácuo tenebroso e divino.
 
Hoje subo degraus, íngreme escada imensa
Caminho silencioso essa imensidão do mundo
Cada magia e passo, nova descoberta e crença
 
Interrogo aos planetas, minha livre vaidade
Estendo as mãos ao justo, coerente e profundo
E persigo cometas, nossa eterna Liberdade.
 

 
 
wildon lopes

03/09/2006
WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 26/11/2009
Alterado em 06/09/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários